Vitamina B12

Para quê serve a vitamina B12 e as consequências de sua deficiência

A deficiência clínica e subclínica de vitamina B12 afeta milhões de indivíduos de todas as idades, é um problema crescente de saúde mundial com prevalência difícil de determinar.

A vitamina B12 é importante para metabolizar proteínas, a formação de glóbulos vermelhos e a manutenção do sistema nervoso central. Como fica armazenada no fígado, nosso corpo apenas sente sua deficiência depois de muito tempo (cerca de 5 anos), por isso o exame de sangue não é um medidor muito eficaz, pois pode diagnosticar bom resultado no sangue e ainda ser deficiente nas células do corpo.

Sua deficiência pode ocorrer pela falta de ingestão suficiente da vitamina ou quando não é absorvida pelo trato gastrointestinal, além disso, vegetarianos, veganos, idosos, gestantes, pessoas com distúrbios digestivos ou intestinais, que realizaram cirurgias bariátricas e usuários de álcool tendem a não consumir quantidade suficiente. As consequências são: anemia macrocítica, dano nervoso, anormalidades psiquiátricas e até perda de memória.

É difícil estimar devido a opiniões divergentes sobre os critérios de deficiência. Em pessoas com mais 65 anos pode ser 10% a 15%, 31% em pacientes pós-cirurgia gástrica, 41% de residentes de longa permanência e 6% a 30% dos pacientes que tomam metformina (para tratamento de diabetes). E a prevalência de deficiência subclínica pode estar crescendo na população devido ao aumento do uso de inibidores de bomba de prótons.

Onde podemos encontrar essa vitamina?

As principais fontes são de origem animal (exceto o mel): presunto, carne de porco, cordeiro, peixes, ovos e produtos lácteos, além de produtos nutritivos do fermento.

Pessoas que seguem uma dieta vegana devem consumir alimentos fortificados (em que a indústria insere artificialmente nos produtos) e adquirir a vitamina por meio do uso de suplementos.

Sintomas da deficiência de vitamina B12

Em relação aos bebês e crianças os sinais da deficiência aparecem mais cedo devido falta de tempo para armazenar quantidades necessárias da vitamina. Mas, em adultos, pode levar anos para se manifestar. Os principais sintomas são:

  • Anemia
  • Respiração curta
  • Fraqueza
  • Perda de equilíbrio
  • Pele amarelada
  • Sensação de dormência ou formigamento nas mãos, pernas ou pés

Atenção em dobro para gestantes

Nas gestantes, como ocorre a duplicação celular para a formação da placenta, a necessidade da vitamina B12 é maior pois muitos de seus nutrientes são passados para o feto. Uma má dieta somado a alterações de enzimas e proteínas relacionadas ao metabolismo do ácido fólico e da B12, pode gerar sérios problemas para o feto, como defeitos na estrutura de onde se originam o cérebro e a medula espinhal (causando paralisias dos membros inferiores, retardo mental e até morte) anencefalia e anemia perniciosa.

Publicações Relacionadas